sábado, 1 de dezembro de 2018

Globo registra menor índice de ibope no país dos últimos três anos

A Globo, TV mais vista do país, está em um momento turbulento. Sua liderança ainda não está ameaçada, mas dados de audiência indicam que seu público definitivamente está caindo.
Globo registra menor índice de ibope no país dos últimos três anos
Novembro termina amanhã, mas já dá para afirmar que será o pior mês da Globo no ibope desde dezembro de 2015 em nível nacional.
A audiência em pontos está caindo também na Grande São Paulo, o coração da publicidade nacional. A emissora da família Marinho fecha o mês com 12,4 pontos de média no Painel Nacional de Televisão (PNT) nas 24 horas do dia.
E deve ficar com 15,1 pontos na faixa entre 7h e 0h (faixa comercial). Este último índice é o mais baixo dos últimos 35 meses. Cada ponto vale por cerca de 240 mil domicílios no PNT.
Mais que isso: em novembro, das 7h à 0h, a Globo vai ficar com o menor share (% de participação no universo de TVs ligadas) no PNT neste século --quiçá em todos os tempos: 33,5% (ou seja, cerca de 3,3 de cada 10 TVs ligadas sintonizando a emissora).
Apenas para efeito de comparação, 16 anos atrás, em junho de 2002 a Globo chegava a registrar quase o dobro: 60% de share. Como disse na abertura do texto, é uma fase turbulenta, mas não é nenhum fim do mundo.
(...) A cúpula da Globo alterou a hierarquia na casa numa evidente prova de que não está parada.
A emissora decidiu entregar a um jornalista (Mariano Boni) alguns programas que estão ou perdendo para a concorrência ou com performance abaixo do esperado.
(...)

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Apos Puxar o saco de Bolsonaro, Musical 'Silvio Santos Vem Aí' é autorizado a captar R$ 10.000.000,00 via Lei Rouanet com dinheiro público da saúde, educação e aposentadorias

Paris Filmes produz espetáculo sobre a vida do empresário e apresentador, com estreia em teatro de SP



Apos Puxar o saco de Bolsonaro, Musical 'Silvio Santos Vem Aí' é autorizado a captar R$ 10 milhões via Lei Rouanet com dinheiro público da saúde, educação e aposentadorias
Sílvio Santos

De acordo com a Folha Ilustrada, o musical “Silvio Santos Vem Aí”, produzido pela Paris Filmes, foi autorizado a captar R$ 10 milhões via Lei Rouanet, que permite a patrocinadores descontarem de seu Imposto de Renda os valores destinados a projetos culturais.
O espetáculo será encenado em São Paulo e vai contar a história de Senor Abravanel, nome de batismo do dono do SBT.
O jornal também informa que ainda não há previsão de estreia, mas a fase de pré-produção, que inclui testes e definição do elenco, deve levar ao menos quatro meses.
Fonte:DCM

quarta-feira, 21 de novembro de 2018

O viaduto que cedeu é o grande legado de Doria para SP — que nunca lhe será cobrado pela mídia.E se fosse Haddad?





Joao Doria e Bruno COvas O viaduto que cedeu é o grande legado de Doria para SP — que nunca lhe será cobrado pela mídia.E se fosse Haddad?
“Cidade linda”. Pois é

No táxi para casa, vindo do aeroporto de Guarulhos, o motorista comenta sobre o novo inferno em sua vida.
“Um viaduto quase caiu na Marginal Pinheiros. Finalmente o Doria deixou uma obra em São Paulo”, contou.
Em dois anos, o “gestor” legou aos paulistanos, no mundo virtual, milhares de horas de factoides em redes sociais.
No real, fantasias variadas e um viaduto quebrado ao meio, fruto, entre outras coisas, de incompetência e descaso.
Cabe mais uma vez a pergunta retórica: e se fosse o Haddad?
Certamente seria pau todo dia nos jornais.
Como não é, segue uma cobertura mandrake sobre o que Bruno Covas, o playboy viajante que substituiu “João Trabalhador” (deus do céu, o que foi essa marquetolagem?), está fazendo “para tentar minimizar o impacto no já carregado trânsito”, segundo a Folha.
A questão é o que Bruno e o antecessor não fizeram.
O gasto deste ano para a manutenção e recuperação de pontes e viadutos representa 5,37% da previsão de investimento.
Foram R$ 2,4 milhões dos R$ 44,7 milhões previstos no Orçamento.
A gestão Doria, por sua vez, liquidou R$ 1,5 milhão de um total de R$ 5 milhões previstos no Orçamento no início de 2017.
Cinco carros que passavam pelo local na hora do incidente, na madrugada de quinta, caíram de uma altura de quase 2 metros.
Foi pura sorte ter ocorrido nesse horário e não ter morrido ninguém.
O azar é de quem vive em São Paulo, entregue a picaretas e aventureiros protegidos pela mídia.
Um deles, governador eleito, ainda sairá para presidente da República, tendo para mostrar um saco vazio de maldades cometidas contra seus eleitores.



O viaduto na Marginal Pinheiros que cedeu
O viaduto na Marginal Pinheiros que cedeu

DO DCM

terça-feira, 13 de novembro de 2018

Ratinho é condenado por trabalho escravo em fazenda

De acordo com o Tribunal Superior do Trabalho (TST), ele mantinha funcionários de sua propriedade rural em situação análoga à de escravos, sem fornecer equipamentos de segurança, alojamento ou alimentação adequada
Ratinho é condenado por trabalho escravo em fazenda que foi fiscalizado pelo Ministerio do Trabalho que o canddiato dele quer extinguir
Por Redação
O apresentador do SBT, Carlos Roberto Massa, conhecido como Ratinho, foi condenado a pagar R$ 200 mil por danos morais coletivos. De acordo com o Tribunal Superior do Trabalho (TST), ele mantinha funcionários de sua propriedade rural em situação análoga à de escravos, sem fornecer equipamentos de segurança, alojamento ou alimentação adequada.
Segundo a denúncia, os empregados da Fazenda Esplanada, em Limeira do Oeste (SP), tinham que se alimentar na lavoura e nos banheiros. Ratinho também teria aliciado pessoas no Maranhão e na Bahia, contratadas em situação irregular.
O apresentador já havia sido condenado a pagar R$ 1 milhão por danos morais coletivos na mesma ação pela Justiça do Trabalho de Minas Gerais, depois que o Ministério Público do Trabalho (MPT) em Uberlândia ajuizou uma Ação Civil Pública (ACP) contra ele.
Carlos Massa recorreu e conseguiu excluir o dano, mas o MPT foi ao TST, apontou violação de artigos e leis, além de divergência jurisprudencial, e os ministros aceitaram o recurso. Em nota divulgada pela assessoria de imprensa, ele negou as acusações.

domingo, 11 de novembro de 2018

Bispo Macedo da Universal e Record compra apartamento de $9,6 milhões na Porsche Tower, em Sunny Isles

Condomínio de alto luxo terá até elevadores para o carro dos moradores
Bispo Macedo compra apartamento de $9,6 milhões na Porsche Tower, em Sunny Isles

O líder da Igreja Universal do Reino de Deus e dono de vários veículos de comunicação no Brasil, Edir Macedo, comprou uma das unidades do condomínio de alto luxo Porsche Design Tower, em Sunny Isles, perto de Miami, informou o site The Real Deal, especializado em notícias imobiliárias. O bispo  Macedo, como é conhecido, pagou $9,65 milhões pelo apartamento 4005 da torre de 57 andares, planejada para ficar pronta em 2018.
O incorporador do empreendimento, Dezer Development, informou ao TRD que 126 das 132 unidades do prédio já estão vendidas, num total de $760 milhões.
Os vizinhos do bispo incluem o bilionário russo Igor Yakovlev, que pagou $8,7 milhões pelo apartamento 5101. Yakovlev é dono da rede de lojas de móveis Eldorado, na Rússia.
A atração principal do empreendimento é o elevador Dezervator, que conduz o carro dos moradores até os apartamentos. Os planos para a área à beira-mar incluem piscinas nas sacadas e simuladores de corridas e campos de golfe.
Em setembro, um condomínio vizinho entrou como uma ação contra o empreendimento alegando que as fundações do prédio da Porsche estavam causando rachaduras no vizinho, disse a reportagem da TRD.

Após exautar Ditadura,Silvio Santos Assedia Claudia Leite no Teleton e cantora fica constrangida


 Após exautar Ditadura,Silvio Santos Assedia Claudia Leite no Teleton e cantora fica constrangidaCantora desabafa em redes sociais que ficou constrangida

 Claudia Leitte desabafa após assédio de Silvio Santos: 'Isso é cruel, nos fere e dá medo'

A cantora Claudia Leitte utilizou suas redes sociais, na manhã desta segunda-feira (12), para desabafar. A artista fez um longo texto explicando como se sentiu após ser assediada pelo apresentador Silvio Santos durante participação no Teleton, no último sábado (10) (veja aqui). "Senti-me constrangida sim! Quando passamos por episódios desse tipo, vemos em exemplificação, o que acontece com muitas mulheres todos os dias, em muitos lugares. Isso é desenfreado, cruel, nos fere e nos dá medo. A provocação vem disfarçada de piada, e as pessoas riem, porque acostumaram-se, parece-nos normal!", iniciou.

Em seguida, fez uma reflexão sobre o que usar enquanto "artista, como empresária, como esposa, como amiga, como empregada, como patroa... como mulher". Mas, nós que somos vítimas! 'Ah, mas se estivéssemos usando outra roupa?' Definitivamente a culpa não é do que estamos usando! A culpa é dessa atitude constrangedora e de dois pesos e duas medidas. Somos livres! Eu, como cantora, ciente do meu papel e da responsabilidade que carrego, sentia que precisava dizer isso a vocês, meus fãs, e a todas as pessoas, em especial às mulheres, que longe do olhar público sofrem todos os dias", salientou.

Apesar do posicionamento, vale dizer que, em entrevista recente ao Globo, a baiana afirmou que não se considera feminista. "Não, sou uma mulher muito segura. Conquistei minha independência muito jovem, tive que lutar muito", explicou. Confira o post de desabafo na íntegra:
Aonde quer que eu vá, minha entrega é total. Tem que ser com todo amor do mundo, especialmente quando se trata de contribuir para o bem de alguém.
Senti-me constrangida sim!
Quando passamos por episódios desse tipo, vemos em exemplificação, o que acontece com muitas mulheres todos os dias, em muitos lugares. Isso é desenfreado, cruel, nos fere e nos dá medo. A provocação vem disfarçada de piada, e as pessoas riem, porque acostumaram-se, parece-nos normal! E lá se vai a nossa vida, cheia de reflexões quanto ao que usar como artista, como empresária, como esposa, como amiga, como empregada, como patroa... como mulher. Até que horas podemos estar nas ruas? Aprendemos a nos esquivar. Fizemos concessões porque fomos educadas assim. Mas, nós que somos vítimas! “Ah, mas se estivéssemos usando outra roupa?” Definitivamente a culpa não é do que estamos usando! A culpa é dessa atitude constrangedora e de dois pesos e duas medidas. Somos livres! 
Eu, como cantora, ciente do meu papel e da responsabilidade que carrego, sentia que precisava dizer isso a vocês, meus fãs, e a todas as pessoas, em especial às mulheres, que longe do olhar público sofrem todos os dias.




Aonde quer que eu vá, minha entrega é total. Tem que ser com todo amor do mundo, especialmente quando se trata de contribuir para o bem de alguém. Senti-me constrangida sim! Quando passamos por episódios desse tipo, vemos em exemplificação, o que acontece com muitas mulheres todos os dias, em muitos lugares. Isso é desenfreado, cruel, nos fere e nos dá medo. A provocação vem disfarçada de piada, e as pessoas riem, porque acostumaram-se, parece-nos normal! E lá se vai a nossa vida, cheia de reflexões quanto ao que usar como artista, como empresária, como esposa, como amiga, como empregada, como patroa... como mulher. Até que horas podemos estar nas ruas? Aprendemos a nos esquivar. Fizemos concessões porque fomos educadas assim. Mas, nós que somos vítimas! “Ah, mas se estivéssemos usando outra roupa?” Definitivamente a culpa não é do que estamos usando! A culpa é dessa atitude constrangedora e de dois pesos e duas medidas. Somos livres! Eu, como cantora, ciente do meu papel e da responsabilidade que carrego, sentia que precisava dizer isso a vocês, meus fãs, e a todas as pessoas, em especial às mulheres, que longe do olhar público sofrem todos os dias.
Uma publicação compartilhada por Claudia Leitte (@claudialeitte) em
DO Bahia Noticia

Por Verbas publicitárias,Raul Gil puxa o saco de Bolsonaro no SBT e Maisa intervém;"Qual o valor do Cheque"


Raul Gil demonstrou apoio a Bolsonaro e Maisa interrompeu (Foto: Reprodução/SBT)

O apresentador Raul Gil e Maisa Silva protagonizaram um climão ao vivo no palco do Teleton 2018, neste sábado (10).

O apresentador demonstrou apoio a Bolsonaro, disse que “os ladrões do povo estão sumindo” e que “o homem tá chegando”. Além disso, aproveitou para cobrar doação do capitão reformado.
Visivelmente incomodada com a bajulação, Maisa interrompeu a fala de Raul Gil e mudou de assunto.
Assista ao vídeo:


DO DCM