quinta-feira, 21 de junho de 2018

Globo entra em "guerra" por direitos autorais e tenta censurar perfis no Twitter


A Globo não está nada satisfeita com perfis nas redes que publicam prints e gifs de programas da emissora. O canal começou a acionar o Twitter contra usuários que fazem estas postagens, sob a acusação de que elas infringem direitos autorais e de imagem.
Perfis chegaram a receber notificações por e-mail e alguns foram até suspensos por reproduzirem imagens da emissora. Diversas postagens que utilizavam imagens de programas também foram apagadas sob a afirmação de que infringiam direitos autorais.
A ação virou piada nas redes, e foi alvo de protestos de internautas, que acusam a emissora de censura.
Um dos perfis notificados pela Globo, o "RealitySocial", por exemplo, tem mais de 140 mil seguidores, e publica imagens, vídeos e gifs da programação.
A página "Konther" do Twitter foi uma das que se manifestou, publicando uma nota de repúdio à atitude da Globo. "A atitude a emissora se mostra praticamente irracional em tempos de uma integração cada vez maior entre a TV e a internet. Os chamados prints, gifs e conteúdos similares não possuem o poder de reduzir a audiência da emissora...Por mais que a Rede Globo tenha todo o direito de proteger o seu conteúdo, não parece lógico fazer isso removendo este tipo de conteúdo de contas que não arrecadam um mísero centavo com a disseminação desta imagens", diz a nota.
Em um protesto bem humorado, um espectador desenhou uma cena da série "Onde Nascem os Fortes" e reproduziu a imagem no Twitter para não ter que usar uma captura de tela da emissora.
Em meio à polêmica, o perfil oficial da Record TV aproveitou para cutucar a rival: "Gostou do que viu da programação da Record TV? Tire o print, marca nossas redes e nós compartilharemos".
Procurada pelo UOL, a Globo não se manifestou até a publicação deste texto.




 -Veja mais em TV Famosos
Boicote já os anunciantes desse Lixo

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Boris Casoy da REDETV! defendendo os "rapazes" do vídeo com a menina russa, aquele que caçoou de um Gari

Boris Casoy from REDETV! defending the "boys" of the video with the Russian girl, the one who mocked a gari.
Борис Касой от REDETV! защищая «мальчиков» видео с русской девушкой, тот, кто издевался над гари. Boris Casoy da REDETV! defendendo os "rapazes" do vídeo com a menina russa, aquele que caçoou de um Gari Boris Casoy from REDETV! defending the "boys" of the video with the Russian girl, the one who mocked a gari.  Борис Касой от REDETV! защищая «мальчиков» видео с русской девушкой, тот, кто издевался над гари."Nada justifica o linchamento a que esses moleques estão sendo submetidos", diz Boris Casoy sobre vídeo de assédio na Copa e ficou revoltado porque o rapaz perdeu emprego.
Ex SBT e Band atualmente amarga esquecimento na baixeza da cadeia da TV na emissora REDETV!

"Nothing justifies the lynching to which these boys are being subjected," says Boris Casoy about harassing video in the Cup

Ex SBT and Band currently bitter oblivion in the baseness of the TV chain on REDETV!
Ничто не оправдывает линчевание, которому подвергаются эти мальчики», - говорит Борис Касой о преследовании видео в Кубке

Ex SBT и Band в настоящее время горькое забвение в подлости телепередачи на REDETV!

 Relembre o que acha dos Garis

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Copa sem Globo? FOX transmitirá todos os jogos da Copa com inovações

Copa sem Globo?  FOX transmitirá todos os jogos da Copa com inovações narradoras Isabelly Moraes, Manuela Avena e Renata SilveiraAs emissoras responsáveis pela divulgação estão buscando meios de trazer alguma novidade para o mundo dos esportes. Os telespectadores podem às vezes se cansar dos mesmos narradores e do teor dos comentários feitos durante os jogos, como por exemplo, os de Galvão Bueno, figura carimbada quando o assunto é futebol.
Sendo um meio dominado predominantemente por homens, uma das principais novidades do jornalismo esportivo neste ano é a presença de mulheres na narração dos jogos de futebol nos canais brasileiros.
Com o clima da Copa, os jogos estão presentes nas TVs à todo momento. No Brasil, apenas a Globo, único dos canais aberto com os direitos sobre a transmissão, SporTV e FOX Sports transmitem as partidas. A Band, conhecida pelo Band Sports, abriu mão das transmissões para focar recursos na programação.


Ao comentar no Twitter ou outras redes sociais usem as Tags  para divulgar e ajudar quebrar o monopolio dessa emissora

Mulheres na Copa

A FOX apresenta um elenco de narradores misto e com mais igualdade de gênero, representado por Isabelly Moraes, Manuela Avena e Renata Silveira. As narradoras compõem o time do canal pago FOX Sports, juntamente com Marco de Vargas, Silva Junior, Téo José, João Guilherme e Nivaldo Prieto.
As três são as primeiras mulheres a narrar jogos da Copa do Mundo na TV brasileira. Isabelly, Manuela e Renata foram selecionadas pela jornalista Vanessa Richie para integrar a equipe da FOX, que conta com mais de 100 profissionais.
Na última quinta-feira (14), Isabelly, mineira de apenas 20 anos de idade, se tornou a primeira mulher a narrar um gol em uma Copa do Mundo na TV brasileira. O gol, marcado por Yury Gazinsky, foi o primeiro dos 5 marcados pela Rússia em cima da Arábia Saudita.
Assista à narração histórica abaixo:


Assistiremos pelo menos 1 dia a Globo para publicar o boicote aos anunciantes que sera publicado essa semana

Ao contrario de Temer, Congresso do Peru aprova lei que proíbe publicidade estatal em meios de comunicação privados com dinheiro público

 Congresso aprovou a lei por 70 votos a favor, 30 contra e 7 abstenções. O projeto foi apresentado pelo partido Apra, do ex-presidente Alan García, e recebeu o apoio do bloco majoritário Força Popular, que controla o Parlamento e é liderado por Keiko Fujimori, filha do ex-presidente Alberto Fujimori
Presidente Martín Vizcarra criticou a lei e quer continuar assim como Temer alimentando a midia com dinheiro público enquanto corte de programas sociais
Presidente Martín Vizcarra criticou a lei e quer continuar assim como Temer alimentando a midia com dinheiro público enquanto corte de programas sociais
A lei regulamenta e impede a contratação de publicidade estatal. Também estabelece que o Estado só poderá contratar publicidade em meios de comunicação privados em casos de emergências provocadas por desastres naturais e em momentos de processos eleitorais.
A lei havia sido votada em março, quando o então presidente Kuczynski se negou a promulgá-la e a devolveu ao Congresso. Com a segunda aprovação, o texto automaticamente se tornou lei. /

quinta-feira, 31 de maio de 2018

Governo corta verbas no SUS, educação e segurança para viabilizar desconto no diesel, mas mantém as verbas gordas de publicidade para mídia amiga

Corte pro Povo e aumento  para midia amiga Governo corta verbas no SUS, educação e segurança para viabilizar desconto no diesel, mas mantém as verbas gordas de publicidade para mídia amiga
No total, foram extintas despesas que somam R$ 1,2 bilhão e envolvem áreas como a concessão de bolsas, a aquisição de áreas para a reforma agrária e o policiamento de rodovia
Diário Oficial da União (DOU), na edição extra desta quinta-feira (31), traz medida provisória que estabelece o cancelamento dotações orçamentárias em diversas áreas, como programas de fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS), concessão de bolsas, aquisição de áreas para a reforma agrária e policiamento de rodovias, entre outras.
No total, foram extintas despesas que somam R$ 1,2 bilhão. A meta é viabilizar recursos para o programa de subsídio do óleo diesel, que manterá preços fixos do combustível até o fim do ano.
O governo também vai usar recursos de reservas de contingência que não estavam sendo usadas porque extrapolam e emenda do teto dos gastos, no valor de R$ 6,2 bilhões, bem como uma outra reserva de capitalização de empresas públicas: R$ 2,1 bilhões.
Além disso, o secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, anunciou a sanção do projeto de reoneração da folha de pagamento para 39 setores da economia, que vai gerar economia de R$ 830 milhões, além da redução e eliminação de incentivos fiscais para exportadores e indústrias química e de refrigerantes, somando outros R$ 3,18 bilhões. No total, o governo espera arrecadar R$ 13,5 bilhões para viabilizar o desconto no diesel.
Corte nos ministérios
Segundo o secretário-executivo do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Gleisson Cardoso Rubin, o corte orçamentário foi pulverizado entre praticamente todas as pastas federais e se deu sobre despesas que já estavam bloqueadas.
“Esse cancelamento vai se dar na parcela dos recursos que estavam contingenciados [bloqueados], de modo que nós não teremos de solicitar devolução de recursos que já haviam sido destinados. Naturalmente, reduz o espaço de ampliação das dotações que estão consignadas atualmente”, explicou.
Reoneração
No caso do projeto de reoneração sobre a folha de pagamento, o governo vetou outros 11 setores que haviam sido excluídos do projeto aprovado pelo Senado na terça-feira (29). Com isso, permanecem beneficiados pelo incentivo fiscal do governo, até 2020, 17 segmentos.
“[Permanecem] setores que desde o início o governo decidiu que deveriam ser mantidos [na desoneração] e aqueles que estavam na medida original, setores calçadistas, têxteis, de confecção e tecnologia da informação. A retirada foi daqueles novos que haviam sido incluídos nesse processo legislativo. A intenção era eliminar e não acrescentar novos setores, preservando os setores iniciais desse programa”, explicou Jorge Rachid ao detalhar os critérios dos vetos do presidente Temer sobre áreas que o Congresso Nacional havia mantido no programa de desoneração.
O Projeto de Lei 8.456/17  trata da redução das renúncias fiscais sobre folhas de pagamento, prevendo o fim da desoneração de determinados setores da economia. A intenção é, com a chamada reoneração, aumentar a arrecadação do governo.
Veja a lista de setores que vão continuar se beneficiando com a desoneração da folha:
1) calçados
2) call center
3) comunicação
4) confecção/vestuário
5) construção civil
6) empresas de construção e obras de infraestrutura
7) couro
8) fabricação de veículos e carroçarias
9) máquinas e equipamentos
10) proteína animal
11) têxtil
12) tecnologia da informação
13) TIC tecnologia de comunicação)
14) projeto de circuitos integrados
15) transporte metroferroviário de passageiros
16) transporte rodoviário coletivo
17) transporte rodoviário de cargas.
Da UOL JP